Slow stick, vídeo da montagem final

Fiz o vídeo usando uma webcam (microsoft) em um tripé em frente à minha mesa, usando gawker para mac os para capturar snapshow periódicos e construir um vídeo no final (.mov no caso). No final, iMovie para editar os textos, trilha sonora, etc.

Slow stick, meu primeiro aeromodelo em depron

Para quem não sabe, aeromodelismo é algo que me “persegue” desde adolescente. Moleque de tudo, 14 anos, eu guardava dinheiro de mesada para comprar planadores aerobrás, modelos à elástico, etcetera. Aprendi a montar modelos em balsa nessa época: meu grande alegria nessa época foi meu primeiro modelo VCC motorizado com um sassi 15: o motor com certeza ainda está na casa dos meus pais, o aeromodelo em si sucumbiu à um mergulho de bico no chão saindo de um looping depois do cabo afrouxar por conta do vento excessivo.

Agora, dezenas de anos depois, estou voltando ao aeromodelismo: já que rádio controle é algo completamente alienígena para mim (caro demais para mim na época), resolvi voar primeiro um modelo bem fácil de voar, fácil e barato de construir e melhor ainda, fácil e barato de consertar depois das quedas eventuais. Galeria com fotos do processo de construção adiante. Continue reading

4079161300_accec8011c_m

Novo-velho vício: aeromodelismo

Como diz o matsuoka, todo nerd tem 2 vícios (a que ele chama de ‘hobbys’), parece que eu quebrei a regra e achei o meu terceiro depois da música e culinária: aeromodelismo. Não que seja novidade para mim, já foi meu passatempo quando adolescente: Perdi a conta de quantos planadores de balsa da Aerobrás eu montei quando criança (depois dos obrigatórios Revell). Cheguei a construir um U-control usando um motor .15, que infelizmente teve um final triste em uma dia de ventania que eu teimosamente insisti em voar mesmo assim.

Estou montando um Guillow’s Beechcraft Musketeer (kit 308), uma avião com 20 polegadas de envergadura, aproximadamente 50cm, todo de balsa, planejado originalmente para vôo livre e usando elástico como motor.
Continue reading